( 11 Votos )

 

MISSÃO do IABC

 

Promover através da educação cristã,o desenvolvimento harmônico dos educandos, nos aspectos físicos, intelectuais, sociais e espirituais, formando cidadãos pensantes e úteis a comunidade, à pátria e a Deus.

  

VISÃO do IABC

 

Ser uma instituição de referência nos aspectos espirituais, acadêmicos e administrativos, atendendo com excelência os que utilizam nossos serviços.

 

VALORES do IABC 

Espiritualidade, responsabilidade, disciplina, qualidade, ética e solidariedade.

 

OBJETIVOS DA UNIDADE ESCOLAR

 

               Os objetivos da Unidade Escolar são coerentes com os fins da Educação Nacional expressos na Constituição da República Federativa do Brasil e na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional vigentes e com seus princípios filosóficos .

               São eles:

·         Concorrer para a construção do caráter baseado nos princípios bíblico-cristãos;

·         Direcionar a educação de modo que o aluno se conscientize de que ele é um agente transformador;

·         Oferecer oportunidade para que o aluno desenvolva o respeito para com a pessoa humana, o estado e a família e os diferentes grupos sociais, étnicos;

·         Concorrer para que o educando desenvolva as relações inter e intrapessoais, coerentes com os princípios filosóficos da Unidade Escolar;

·         Promover atividades pedagógicas integradas, contínuas, progressivas e harmônicas que atendam o desenvolvimento integral do educando;

·         Contribuir para que o aluno se integre à sociedade como um cidadão competente e solidário;

·         Promover a interação com os recursos científicos e tecnológicos que lhe permitam o exercício da cidadania;

·         Valorizar, respeitar, expandir e apropriar-se do patrimônio cultural da humanidade;

·         Criar condições para que o aluno se habilite a buscar soluções para as constantes mudanças da sociedade contemporânea.

 

 

 OBJETIVOS DA EDUCAÇÃO ADVENTISTA

 

A Educação Adventista compreende o processo educativo para além de um certo curso de estudos. “Significa mais do que a preparação para a vida presente. Visa o ser todo, e todo o período da existência possível do homem. É o desenvolvimento harmônico das faculdades físicas, mentais e espirituais. Prepara o estudante para o gozo ao serviço neste mundo e para aquela alegria mais elevada por um mais dilatado serviço no mundo vindouro” (White, 1996a:13).

Partindo do pressuposto  de que o ser humano necessita ser restaurado a seu estado original de perfeição, a Educação Adven­tista se propõe a alcançar os seguintes objetivos:

 

a)    Promover o reconhecimento de Deus como fonte de toda sabedoria. “Todo saber e o desenvolvimento real têm sua fonte no conhecimento de Deus” (White, 1996a: 14).

b)    Reconhecer e aplicar a Bíblia como referencial de conduta. “O ensino da Bíblia deve ter os nossos mais espontâneos pensamentos, nossos melhores métodos, e o nosso mais fervoroso esforço” (White, 1996a:186).

c)    Estimular o estudo, a proteção e a conservação da natureza criada por Deus. “ O livro da natureza é um grande compêndio que devemos usar em conexão com as Sagradas Escrituras para ensinar a outros sobre Seu caráter e reconduzir ovelhas ao redil de Deus. (...) Em si mesmo o encanto da natureza desvia a alma, do pecado e das atrações mundanas, para a pureza, para a paz e para Deus (White, 1997c: 24).

d)    Incentivar a utilização das faculdades mentais na aquisição e construção do conhecimento em favor do bem comum, tendo como ferramenta as diferentes fontes de informação e recursos tecnológicos. “O intelecto humano precisa expandir-se, e adquirir vigor, agude­za e atividade. (...) A mente deve idear, trabalhar e esforçar-se a fim de dar solidez e vigor ao intelecto” (White, 1996b: 226). “A mente humana quer ter ação. Se não estiver ativa, na reta di­reção, será ativa no erro” (White, 1989:1:51).

e)    Promover a aquisição de hábitos saudáveis através do conheci­mento do corpo e das leis que o regem. “As leis que governam nosso organismo físico, Deus as escreveu so­bre cada nervo, músculo ou fibra do corpo. Cada violação des­cuidada ou negligente destas leis constitui um pecado contra o nosso Criador (...) Um conhecimento da fisiologia e higiene deve ser à base de todo esforço educativo (White, 1996a: 196, 197). Os que estão recebendo o preparo para o serviço, sofrem gran­de perda quando não adquirem conhecimento de como prepa­rar o alimento de maneira que seja ao mesmo tempo saudável e saboroso (White, 2000a. 312).

f)     Oportunizar o desenvolvimento do senso crítico, da criatividade da pesquisa e do pensamento reflexivo. “As verdades da divina Palavra podem ser melhor aprendidas pelo cristão intelectual. Cristo pode ser glorificado melhor por aqueles que O servem com inteligência” (White, 2000a: 361).

g)    Incentivar o desenvolvimento dos deveres práticos da vida diária, a sábia escolha profissional, a formação familiar, o serviço a Deus e à comunidade. “Os estudantes devem, enquanto na escola, ser despertados de suas sensibilidades morais no que respeita a ver e sentir os direitos que a sociedade tem sobre eles, e que devem viver em obediência às leis naturais, de modo a poderem, por sua vida e influência, por preceito e exemplo, ser para essa sociedade proveito e bênção (White, 2000a: 84).O trabalho manual útil faz parte do plano evangélico. (...) Cada um deve adquirir conhecimentos em algum ramo de trabalho manual que, em caso de necessidade, lhe possa proporcionar um meio de vida. Isso é essencial, não somente como salvaguarda contra as vicissitudes da vida, mas em virtude de seu efeito sobre o desenvolvimento físico, mental e moral (White, 2000a: 307).

h)   Promover a autonomia e a autenticidade ancorados nos valores bíblico-cristãos. Ao sacrificar o estudante à faculdade de raciocinar e julgar por si mesmo, torna-se incapaz de discernir entre a  verdade e o erro e cai fácil presa do engano. É facilmente levado a seguir a tra­dição e o costume” (White,1996a:230).

i)     Favorecer o desenvolvimento da auto-estima positiva, do sentimento de aceitação e de segurança. “Tanto quanto possível, deve cada criança ser ensinada a ter con­fiança em si mesma. Pondo em exercício as várias faculdades, aprenderá onde é mais forte e em que é deficiente. O instrutor sábio dará especial atenção ao desenvolvimento dos traços mais fracos, para que a criança possa formar um caráter bem equili­brado e harmonioso (White, 1996b: 57).

j)      Resgatar a prática da regra áurea nos relacionamentos interpes­soais, que é amar ao próximo como a si mesmo. “Toda criança deve ser ensinada a ser delicada, compassiva, amá­vel, piedosa, cortês e de coração terno” (White 2000b: 143). A cooperação deve ser o espírito da sala de aulas, a lei de sua vida. [...] Isto fomentará o respeito próprio e o desejo de ser útil. Valioso seria aos jovens, aos pais, aos professores, estudarem as lições de cooperação que encontramos nas Escrituras (White, 1996: 285, 286)

 

 

 

Comentários (0)add comment

Escreva seu Comentário
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
pequeno | grande

busy